O dinheiro está curto e a paciência também? Veja o que fazer para evitar brigas e conflitos por dinheiro

Por Thamirys Teixeira

Cada casal lida com o dinheiro de uma forma, mas inevitavelmente alguns acabam brigando mais do que outros quando o assunto é dividas, gastos e sucesso profissional. Tanto que em alguns relacionamentos, por muitas vezes existe uma cobrança velada quando um dos parceiros não está trabalhando ou recebe um salário muito menor, por exemplo. Reclamações que dizem à respeito de como o outro gasta o dinheiro também podem acontecer, gerando uma situação delicada e desconfortável.

 

De acordo com a psicóloga especializada em Sexualidade Humana e Sexóloga Dra. Priscila Junqueira, a vida financeira é algo que pode trazer grandes problemas para o casal. “A melhor maneira de aliviar as tensões trazidas por essa questão é desde o início do relacionamento deixarem bem claro como lidam com o dinheiro e quais são as expectativas quanto a ele”, explica. Nós conversamos com a profissional e ela deu conselhos importantes para lidar com dinheiro e amor. Confira:

Exemplo e conversas estimulam a “melhora de vida”

De acordo com a profissional, muitas pessoas querem que o outro melhore de vida, mas nem se preocupam em melhorar. Apenas apontam o dedo e não movimentam suas próprias vidas para melhor. É preciso mexer-se também!

E quando há inveja no relacionamento, o que fazer?

brigas-por-dinheiro-como-lidar-com-conflitos-no-casamento20-thumb-570

Tentar entender o porquê desse sentimento. “Percebo que a inveja acontece com muitos casais, porque eles gostariam de ser ou estar na condição da parceria e acabam não conversando e tentando anular as qualidades do outro”, comenta.

E não para por aí! “Tenho exemplos de pacientes mulheres em que o marido não soube lidar com o sucesso profissional delas. Eles tentavam a todo tempo abalarem sua autoestima, quando o problema era com eles mesmos. Acontece com maridos que estão com a autoestima baixa e não procuram ajuda de um profissional. As mulheres cansam e pedem a separação”, conta.

No que será que ele anda gastando? Vale a pena perguntar?

“Depende de cada casal. Cabe mais uma vez, a conversa franca e esclarecedora. Combinem como vão pagar as contas. Decidam se irão dividir algo e lembrem-se que é importante terem liberdade para comprarem o que quiserem e puderem. O constrangimento acontece quando existe julgamento e falta de respeito”, finaliza.


 [*]Fonte da Imagem: Istock

Fonte: Do Portal e Revista VILAMULHER online

Importante: as informações econômico-financeiras acima apresentadas pela DOROW.com.br foram extraídas de fonte de domínio público, considerada confiável. Todavia, as informações acima não representam a opinião de nossos especialistas. As informações econômico-financeiras acima podem conter erros e imprecisões pelas quais a dorow.com.br não se responsabiliza. Todas as informações e opiniões contidas no texto publicado aqui são de responsabilidade única de seus autores e suas fontes.

O objetivo principal do site dorow.com.br é divulgar conhecimento e contribuir com informações sobre finanças pessoais e sobre o mercado financeiro.Importa registrar que as decisões são de cunho pessoal, não podendo ser atribuído a dorow.com.br nenhuma responsabilização por prejuízos ou danos que ocasionalmente algum investidor ou internauta, venham a sofrer. Deste modo, ressaltamos que as informações divulgadas em dorow.com.br não oferecem garantia alguma de rentabilidade e exatidão, vendando a geração de qualquer efeito legal sobre a empresa ou site.

tags: brigas, Casamento, conflitos, Dinheiro, Economia, Finanças

Um comentário

  • Ótimo artigo, porque um dos maiores causadores do divórcios são as brigas por causa do dinheiro.

  • Deixe um Comentário

    Cotaes & Nmeros

    Atualizado // 14.12.2017
    compra venda variao
    Dolar - - -
    Euro - - -
    Libra - - -

    IBOVESPA

    -

    -

    IPCA (ms)

    %

    IPCA (ano)

    %

    0%

    SELIC (ano)

    7,5%